4 práticas para reduzir os impactos ambientais na construção civil

4 práticas para reduzir os impactos ambientais na construção civil

A construção civil é um setor estratégico, que movimenta a economia, gera empregos e contribui para a melhoria de infraestrutura e habitação. Apesar desses pontos positivos, o canteiro de obras também causa grandes impactos ambientais.

Além de ser uma das atividades que mais consome recursos naturais, a construção civil provoca mudanças no solo, área de sol e vegetação, poluição sonora e gera grandes quantidades de resíduos. 

Entretanto, esses impactos podem, muitas vezes, ser evitados ou reduzidos. Para isso, é necessário seguir algumas práticas que ajudam seu negócio a ser mais sustentável. 

Pensando nisso, compartilhamos agora 4 práticas para diminuir os impactos ambientais na construção civil que podem ser adotadas pela sua empresa. Confira!

1) Licenciamento Ambiental

A licença ambiental é obrigatória para dar início a qualquer obra, pois através dela é feita a verificação da viabilidade de um empreendimento e o controle, a prevenção, o monitoramento, a mitigação e a compensação dos impactos ambientais.

Durante o processo de licenciamento ambiental da obra, os órgãos públicos podem solicitar alguns documentos, como Estudo de Impacto Ambiental (EIA); o Relatório de Controle Ambiental (RCA) e o Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV)

2) Sistema de Gestão Ambiental (SGA) 

O SGA é um conjunto de políticas, práticas e procedimentos técnicos e administrativos que vão ajudar sua construtora a melhorar o desempenho ambiental. Com ele é possível monitorar as atividades e desenvolver programas ambientais que promovam diminuição ou eliminação dos impactos eventualmente produzidos. 

Além disso, o SGA permite acompanhar se sua empresa está em dia com todas as exigências legais. As vantagens da implementação de um sistema de gestão ambiental também inclui a redução de custos e melhoria de imagem institucional.

3) Gestão de Resíduos

Entulhos, plásticos, madeiras, solventes, tintas e outros restos de materiais se acumulam no canteiro de obras. A Resolução CONAMA 307/2002 estabelece as diretrizes, critérios e procedimentos para a gestão desses resíduos da construção civil.

Uma estratégia eficiente para diminuir os resíduos é fazer um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS). Outras práticas sustentáveis que podem ser adotadas são a reciclagem de materiais de construção e a venda de excedentes. 

4) Certificação Ambiental

Para diminuir os impactos ambientais na construção civil, as construtoras também podem buscar certificações ambientais, que inclusive são diferenciais na participação em licitações. 

Existem diferentes tipos e a mais usada pelas empresas de construção é a LEED (leadership in energy and environmental design) que avalia e atesta a qualidade da operação da empresa nos campos da eficiência energética, hídrica e de redução de gases de efeito estufa.

Como implementar essas medidas?

Todas essas práticas exigem conhecimento técnico e das leis municipais, estaduais e federais relativas ao meio ambiente.

Por isso, para que suas implementações na construtora sejam eficientes e diminuam efetivamente os impactos ambientais, é necessário a contratação de profissionais da área, geralmente através de uma consultoria.

A CG Ambiental é especializada em gestão ambiental e pode ajudar sua empresa com todos esses processos. A empresa conta com uma equipe qualificada e multidisciplinar que irá fornecedor todo o suporte necessário e sugerir as estratégias mais pertinentes à realidade da sua empresa.

Clique aqui e entre em contato com a gente.