Como fazer a Gestão de Recursos Hídricos na sua Empresa?

Como fazer a Gestão de Recursos Hídricos na sua Empresa?

Indispensável para a vida no planeta, a água é um recurso estratégico para diversos setores da sociedade. Proteger e preservar esse bem tão precioso é uma responsabilidade compartilhada do poder público, de cada cidadão, mas também das empresas, que têm uma demanda crescente pela sua utilização.

Seja como matéria-prima, na geração de energia, dentro do processo produtivo ou na cadeia como um todo, a água faz parte do dia a dia de qualquer negócio. É, por isso, que a gestão dos recursos hídricos precisa estar entre as prioridades da sua empresa.

O que é gestão de recursos hídricos?

Primeiro, precisamos entender o que são os recursos hídricos. Toda água doce disponível para uso, seja superficial (rios, riachos, lagoas e córregos) ou subterrânea (lençóis freáticos e aquíferos) e que pode ser empregada em um determinado uso ou atividade, é chamada de recurso hídrico. Segundo a Embrapa, todo recurso hídrico é água, mas nem toda água é recurso hídrico.

A gestão dos recursos hídricos é, portanto, uma série de medidas adotadas com o intuito de regular, controlar e proteger esse bem natural. O gerenciamento deve ser feito conforme a legislação vigente e de forma a preservar em quantidade e qualidade as águas.

Como fazer o gerenciamento dos recursos hídricos?

No Brasil, a Lei nº 9.433 de 08 de janeiro de 1997, também conhecida como “Lei das Águas”, estabelece a Política Nacional dos Recursos Hídricos, que define as diretrizes para a conservação e uso racional da água, bem como as penalidades em caso de infrações. A gestão de recursos hídricos, portanto, possui como base essas diretrizes.

Na Lei é determinado, por exemplo, os padrões para a preservação e reconstituição de matas ciliares, preservação de nascentes, técnicas de manejo dos solos agrícolas e pastagens, coleta e tratamento de efluentes industriais, dentre muitos outros.

Um bem de domínio público

A lei 9.433 também estabelece a água como sendo um bem de domínio público, ou seja, todos têm direito de acesso e utilização, mas a responsabilidade de administração, supervisão e controle é do poder público.  

Quem deseja utilizá-la deve solicitar uma autorização, concessão ou licença – a outorga de uso de recursos hídricos. Ela é um instrumento fundamental na gestão de recursos hídricos, pois permite à administração pública equilibrar o atendimento às demandas e à disponibilidade deste recurso.

Tire suas dúvidas sobre a outorga de uso de recursos hídricos

Quais os benefícios da gestão de recursos hídricos para o seu negócio?

Além de cumprir as obrigações legais e estar contribuindo para a preservação do meio ambiente, a gestão de recursos hídricos também traz vantagens financeiras para a empresa

Ao adotar políticas para a conservação e uso consciente desse insumo é possível reduzir desperdícios, diminuindo os custos de produção. Além disso, a gestão inteligente da água ajuda a melhorar a imagem do seu negócio para o mercado. 

Por onde sua empresa pode começar?

Controlar perdas e desperdícios, bem como reutilizar a água e efluentes é um primeiro passo para iniciar a gestão dos recursos hídricos dentro da sua empresa. Contudo, cada negócio tem suas particularidades e necessita de uma abordagem específica para esse gerenciamento.

Geralmente, o melhor caminho é buscar uma empresa de consultoria ambiental especializada, que irá mapear os fluxos hídricos da planta, fazer o diagnóstico dos volumes e a qualidade de água utilizada nos diferentes setores e processos, além de estabelecer um plano para o tratamento dos efluentes industriais.

A CG Ambiental possui ampla expertise e equipe técnica capacitada para a realização da gestão de recursos hídricos e emissão da outorga de uso. Para tirar mais dúvidas sobre o assunto ou contratar um serviço de consultoria, envie-nos uma mensagem.